Área Restrita
(Clique aqui)
Esqueci minha senha
(Clique aqui)
Voltar
(71) 2201-2201
FALE CONOSCO

ASFEB - Associação dos servidores fiscais do Estado da Bahia

Notícias - 24/10/2013

Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue 25/11

DOAÇÃO DE SANGUE

Há critérios que permitem ou que impedem temporariamente ou definitivamente uma doação de sangue, que são determinados por normas técnicas do Ministério da Saúde, com o objetivo de proteger ao doador e a segurança de quem vai receber o sangue. A doação de sangue consiste em cinco etapas:

  • Cadastro do doador;
  • Triagem clínica (inclui teste de anemia, verificação da pressão arterial, batimentos cardíacos, peso, temperatura e questionário sobre sua saúde);
  • Voto de auto exclusão;
  • Doação propriamente dita;
  • Lanche pós- doação.

Quais são os requisitos básicos e/ou impedimentos para doar sangue? Lembre-se que estes requisitos não dispensa a avaliação clínica feita na triagem.

REQUISITOS BÁSICOS

  • Estar em boas condições de saúde;
  • Ter entre 16 e 67 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (dos 16 até 18 anos incompletos, apenas com consentimento formal dos responsáveis);
  • Pesar no mínimo 50kg;
  • Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas);
  • Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação);
  • Apresentar documento original com foto emitido por órgão oficial.

IMPEDIMENTOS TEMPORÁRIOS

  • Resfriado: aguardar 7 dias após desaparecimento dos sintomas;
  • Febre;
  • Gravidez;
  • 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana;
  • Amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses);
  • Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação;
  • Tatuagem nos últimos 12 meses;
  • Uso de alguns medicamentos;
  • Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis: aguardar 12 meses;
  • Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima, Maranhão, Mato Grosso, Pará e Tocantins são estados onde há alta prevalência de malária. Quem esteve nesses estados deve aguardar 12 meses.

 Quatro é o número de vidas que podem ser salvas com cada doação de sangue.

 IMPEDIMENTOS DEFINITIVOS

  • Hepatite após os 11 anos de idade. *
  • Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas.
  • Uso de drogas ilícitas injetáveis.
  • Malária.
  • Hepatite após o 11º aniversário: Recusa Definitiva; Hepatite B ou C após ou antes dos 10 anos: Recusa definitiva; Hepatite por Medicamento: apto após a cura e avaliado clinicamente; Hepatite viral (A): após os 11 anos de idade, se trouxer o exame do diagnóstico da doença, será avaliado pelo médico da triagem.

 INTERVALO ENTRE AS DOAÇÕES

  • Homens: 60 dias (máximo de 04 doações nos últimos 12 meses).
  • Mulheres: 90 dias (máximo de 03 doações nos últimos 12 meses).

O volume total de sangue a ser doado não pode exceder 8 ml / kg de peso para as mulheres e 9 ml / kg de peso para os homens. O volume máximo admitido para uma doação é de 450 ml ± 50 ml, aos quais podem ser acrescidos até 30 ml para realização dos exames laboratoriais exigidos pelas leis e normas técnicas.

CUIDADOS PÓS-DOAÇÃO

  • Evitar esforços físicos exagerados por pelo menos 12 horas;
  • Aumentar a ingestão de líquidos;
  • Não fumar por cerca de 2 horas;
  • Evitar bebidas alcóolicas por 12 horas;
  • Manter o curativo no local da punção por pelo menos de quatro horas;
  • Não dirigir veículos de grande porte, trabalhar em andaimes, praticar paraquedismo ou mergulho;

 CURIOSIDADES

  • O sangue representa cerca de 7% do peso corporal de um indivíduo adulto.
  • A doação de sangue não engrossa nem afina o sangue.
  • Doando sangue você não ganha nem perde peso.
  • Mulheres podem doar sangue mesmo no período menstrual.
  • A doação de sangue não oferece ao doador nenhum risco de contrair doenças infecciosas. Portanto, você não corre risco de contrair AIDS ou Hepatite com a doação de sangue.
  • Todo o processo de doação de sangue dura cerca de uma hora.
  • O sangue doado é testado para seis doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: Hepatite B, Hepatite C, HIV, HTLV, Sífilis e doença de Chagas.
  • Mulheres representam menos de 40% dos doadores de sangue no Brasil.
  • Para o homem, após uma doação de 450 ml de sangue o plasma é reposto em 48 a 72 horas, os glóbulos vermelhos em aproximadamente 4 semanas e o estoque de ferro em aproximadamente 8 semanas.
  • Para a mulher, após uma doação de 450 ml de sangue: o plasma é reposto em 48 a 72 horas, os glóbulos vermelhos em aproximadamente 4 semanas e o estoque de ferro em aproximadamente 12 semanas.

Doar sangue é simples, rápido e seguro. Mas, para quem o recebe, esse gesto não é nada simples: vale a vida. Seja doador voluntário. Faz bem também para você. Porque a satisfação de salvar vidas é a maior recompensa.

CIRURGIAS E PRAZOS DE IMPEDIMENTOS

  • Extração dentária: 72 horas
  • Apendicite, hérnia, amigdalectomia, varizes: três meses
  • Colecistectomia, histerectomia, nefrectomia, redução de fraturas, politraumatismos sem sequelas graves, tireoidectomia, colectomia: 6 meses
  • Ingestão de bebida alcoólica no dia da doação
  • Transfusão de sangue: 1 ano
  • Vacinação: o tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina

A sinceridade ao responder as perguntas do questionário que antecede a doação é importante para evitar a transmissão de doenças aos pacientes. Nunca doe sangue se você quiser apenas fazer um exame para Aids. Neste caso, procure um Centro de Testagem Anônima e gratuita.

FONTE: INCA; Fundação Pró-sanguetabela doação

Rua Dr. José Peroba, 149
Centro Empresarial Eldorado, 1º Andar.
Salvador-BA | CEP 41770-235
TEL (71) 2201-2201 ou 2201-0315
FAX (71) 3341-7181
EMAIL atendimento@asfeb.org.br